Dica #4: Reconheça os gatilhos e resista à tentação

Da série “Dicas para Parar de Fumar!“, viemos hoje falar sobre a dica #4, que consiste em reconhecer os gatilhos que te fazem sentir vontade de fumar, e focar neles.

Já vimos que é fundamental fazer listas do porquê você gosta de fumar, o que fazer para substituir o cigarro e a importância de parar de comprar maços.

Agora, falaremos sobre o quão importante é resistir à tentação de fumar, mesmo nos momentos de maior vontade.

Como reconhecer quais são os gatilhos?

Já reparou que a vontade de fumar é mais acentuada em determinados momentos do dia? Depois daquele cafezinho da manhã. após almoçar, antes de dormir, após uma situação de estresse…?

Pois bem, esses são os momentos cruciais, já que é onde a ansiedade por um cigarro é maior.

Qual o seu gatilho?

No seu caso, suponhamos que o gatilho seja uma refeição.

Não significa que você terá que eliminar as refeições e passar fome, mas sim, reconhecer que depois de comer é o momento em que a sua força de vontade precisará agir – sem hesitar.

Com certeza vai ser uma tarefa difícil no começo, não vai ser fácil recusar um cigarro após tomar um café. Mas a partir da hora em que você perceber que é justamente isso que é importante fazer, já será um grande passo para a sua recuperação.

Os primeiros dias são sempre os mais complicados.

Entretanto, o organismo vai percebendo cada vez mais o quanto ele não precisa de nicotina.

O que você poderia tentar:

Experimente identificar quais são os seus gatilhos e, a partir daí, corte ou reduza os cigarros.

Opte, por exemplo, por dar uma descansada após o almoço, vá direto para o sofá, ligue a TV e aconchegue-se. Coma alguma fruta e beba bastante água.

Quando perceber, já estará a 2hs sem fumar após o almoço, e nem terá dado por falta.

Você pode experimentar pelo adesivo de nicotina, que pode ser um grande aliado para evitar a abstinência ou ler também nossa página inicial para conhecer as nossas indicações atuais.